Inteligência de Mercado
Mercado Imobiliário
Direito Imobiliário
Economia e Finanças

A importância de saber seu Market Share

A importância de saber seu Market Share

Você já deve ter se deparado com o termo Market Share ou Participação de Mercado, certo?

Bem, muita gente sabe que o conceito existe mas nem todo mundo sabe pra que serve ou o que podemos fazer com a aferição da nossa participação dentro do mercado potencial.

Em linhas gerais, o Share pode te dar um diagnóstico de sua pegada no mercado. Esse diagnóstico pode ser ponto comparativo para mensuração da eficácia do plano estratégico desenhado e termômetro para o quanto falta para a empresa atingir seu objetivo de visão de futuro.

Será que é importante saber seu tamanho, sua origem e seu propósito?

QUEM EU SOU?

Saber responder quem é a sua empresa é um exercício de realismo. Os planos e execuções de curto prazo, táticos e operacionais, de sobrevivência no negócio e crescimento partem todos de quem é a empresa e qual a sua proposta de valor para o mercado cativo. Seja a prosperidade almejada qual for, é sabendo seu tamanho e alcance que a empresa se reconhece e faz uso de suas atividades chave para gerar valor para o cliente e lucro para os proprietários.

DE ONDE EU VIM?

Conhecer o histórico da própria empresa e do próprio mercado é uma vantagem decisiva para quem almeja entender o contexto que engloba a empresa. O ambiente competitivo é fruto de uma evolução constante entre concorrentes, clientes, fornecedores, produtos substitutos e novos entrantes.

PARA ONDE VOU?

A visão de futuro é fundamental para desenhar a estratégia vencedora em qualquer mercado concorrencial. Ter claro os próximos passos, onde atuar e qual caminho seguir é um divisor de águas entre ser uma empresa próspera, sobrevivente ou simplesmente kamikaze.

Em todas estas respostas, o market share surge como uma informação crucial.

E NO MERCADO IMOBILIÁRIO?

Segundo o Departamento de Economia e Estatística do Secovi/SP, só em São Paulo Capital há oferta oscilante de 20 e poucas mil unidades. Esse é um número com forte embasamento estatístico e apurado. No entanto, é uma estimativa, baseada em inferência. Desta forma, não existe real aferição da participação de mercado. Muitos players (construtoras, imobiliárias, corretores autônomos, proprietários, incorporadoras, administradoras, etc) trabalham o mesmo imóvel no mercado anunciando por diversos Canais comerciais (Placas, Folders, Jornais, Revistas, Rádio, Homem-Placa, Outdoor, Televisão, Internet e muitas outras mídias off-line). Até hoje sabe-se quanto se tem em carteira e há uma estimativa de lançamentos, mas sempre com uso de estatísticas aproximadas, sem mapeamento dinâmico e granular (em detalhe por bairro, microáreas ou ruas).

A unidade de medida para essas estimativas varia em função do tamanho e atividade principal da empresa que se esforça em mensurar o próprio Market Share: Quantidade de imóveis em carteira, Metragem total comercializada, Valor Geral de Venda (VGV), Área Bruta Locável (ABL), Número de contratos assinados e algumas outras.

Esforços bem educados e comprometidos mapeiam parcelas do mercado, como é o caso do Sistema de Análise de Balanços Empresariais (SABE).

Com o aumento da importância da Internet como canal de divulgação e marketplace digital, a maioria esmagadora dos imóveis passou a ser anunciado nos principais portais imobiliários, o que criou um grande mar de Ofertas que agregava o mercado, mas de maneira difusa. Os portais sabem pela carga dos anunciantes o tamanho do mercado, mas não têm um banco unificado de TODOS os imóveis anunciados em seus concorrentes e tampouco esclarecem aos anunciantes que propriedades já estão sendo trabalhadas por outros concorrentes dentro de cada portal.

Para essa mensuração de participação de mercado de cada Ofertante dar certo alguém precisaria entrar em todos os anúncios de todos os portais -ou ao menos dos principais -, registrar essa coleta em uma planilha e identificar os imóveis duplicados (anunciados por mais de um Ofertante).

Só no Portal Viva Real são mais de 4 milhões de anúncios…Demoraria tanto que quando estivesse pronto a lista já estaria desatualizada.

Felizmente alguém percebeu essa deficiência de informação e resolveu fazer algo a respeito.

CONHEÇA NOSSO PARCEIRO: PLUGAR

A Plugar oferece inteligência em dados baseada em Inteligência Artificial no Brasil e no exterior, logrando melhorias para tomada de decisão para o setor público e privado.

Essa empresa brasileira com experiência em Tecnologia de Coleta e Inteligência de Mercado, lançou mão dos chamados Robôs de Coleta e transformou essa tarefa árdua em uma rotina de captura de dados públicos para organização e utilização pelo mercado Imobiliário.

Coletando há mais de 12 meses, a Plugar conseguiu criar um enorme banco de dados e sobre ele aplicou regras para deduplicar (descobrir exatamente quantos imóveis estão sendo vendidos por quem) os anúncios para aferir quantas são as Ofertas Únicas. Assim, hoje é possível descobrir qual o Market Share de cada anunciante do mercado, esteja ele onde estiver, bastando atuar em uma região que anuncie nas mídias digitais.

Interessante, né?

A informação em questão ajuda a traçar e medir estratégias para crescer o negócio. Como já dizia o expert da Qualidade Total, Deming: “O que não é medido não é gerenciado”.

E então, será que dá pra usar esse conhecimento ao seu favor?

Quer saber mais sobre essa incrível ferramenta de medição de market share?

Quer saber quem são seus concorrentes e qual é sua participação de mercado?

Quer repensar sua estratégia para ganhar mercado e alavancar suas vendas se aproveitando de mercados subutilizados?

A Plugar é nossa parceira nessa ferramenta. Nós, da MHM Desenvolvimento Imobiliário, temos muito mais para lhe mostrar e oferecer.

Quer saber mais sobre ela? Clique no botão abaixo para receber um pdf explicativo 😀

Até breve,​

 

Caio Montagner, Diretor Comercial da MHM Desenvolvimento Imobiliário.

Nenhum Comentário

Comente aqui